O que é Psicologia Social?

A Psicologia, como campo de conhecimento, causa confusão no imaginário comum quanto a sua delimitação e estudo. Já se questionou o que a Psicologia estuda? Qual é a diferença dela para Psicanálise e Psiquiatria? Pois é, você faz parte da galera que não conhece a profissão. E o que é Psicologia Social? O que ela estuda e o que o profissional desta vertente pode fazer? É pensando nestas perguntas que resolvi desenvolver este post.

O que é Psicologia?

o-que-e-psicologia-socialBasicamente é a ciência que estuda o comportamento, principalmente o Humano. Mas dizer só isso é permanecer na obscuridade, afinal vemos tantos psicólogos trabalhando em áreas diversas, como Recrutamento e Seleção, Clínica, no Esporte, etc. E também iria se confundir com outras disciplinas (como a Filosofia e o Marketing) que estudam de certa forma o comportamento. Então, para uma definição mais precisa do que a Psicologia estuda, vou emprestar a definição de Schultz (São Paulo, 1981) que diz:

“é a Ciência que estuda o Pensamento e o Comportamento, principalmente no ser Humano, esteja ele em grupo ou sozinho, através da observação e/ou experimentação e da utilização de ferramentas próprias.”

Melhoramos bastante, mas podemos completar com o que Lane (São Paulo, 1981) define:

“… Comportamento é toda e qualquer ação, seja a reflexa (no limiar entre a psicologia e a fisiologia), seja os comportamentos considerados conscientes que envolvem experiências, conhecimentos, pensamentos e ações intencionais, e, num plano não observável diretamente, o inconsciente”.

Bem diferente do que é a Psiquiatria (estudo médico focado no sofrimento mental) e da Psicanálise (estudo de origem médica focada no psiquismo humano).

Pronto, agora podemos definir…

O que é Psicologia Social?

Se a Psicologia é a ciência que estuda o comportamento (principalmente) humano, a Psicologia Social é uma vertente que estuda as manifestações comportamentais suscitadas pela interação de uma pessoa com outras, ou pela expectativa de tal interação (Rodrigues, 1994).

psicologia-socialPara ficar mais claro, vamos pegar o exemplo do ato de aprender: aprendemos na presença de Reforçadores adequados e na ausência de estímulos Punitivos. Em uma sala de aula, um aluno pode aprender com maior facilidade se é estimulado pela professora (reforço) e os outros alunos não aloprem ele por causa da dúvida (punição).

Mas os Reforçadores e Punições só podem existir se houver relacionamento social do indivíduo com o meio. Nos exemplos dados, temos a professora estimulando o aluno e uma sala de aula tranquila que propicia a aprendizagem. Mas, mesmo com essas características, o aluno poderia entender que a professora está de alguma forma caçoando dele e os colegas de sala falam dele pelas costas, o que dificultaria sua aprendizagem.

Viu? São alguns exemplos de análises que a Psicologia Social pode estudar, identificar e ajudar a resolver. Logo…

Além do campo Educacional, o Psicólogo Social pode atuar no Terceiro Setor, na saúde mental (Caps), em empresas através da ramificação da Psicologia do Trabalho, exercer a Orientação Profissional, dentre diversas outras possibilidades. Eu vou focar na área da Educação que é o que me interessa. Se você quiser saber mais sobre essas outras áreas, vou disponibilizar alguns links no final do post.

A importância da Psicologia Social na Educação e Sociedade.

A Escola é um ambiente social importante, considerado o segundo grau de socialização que o indivíduo normalmente passa em nossa cultura (o primeiro é a família). Levando-se em conta fatores como desestrutura familiar, diferenças culturais e o próprio sucateamento das instituições de ensino públicas, podemos considerar que o período de aprendizado pode ser bem conturbado.

De um lado temos os pais que depositam a responsabilidade do ensino na Escola e do outro temos uma parcela significativa de professores que acreditam que a sua função limita-se ao de ensinar a matéria que lhe é atribuída. No meio do caminho temos os alunos em idade de desenvolvimento tanto biológico quanto intelectual, dando os primeiros passos para a vida em sociedade além da família.

psicologia-social-2

O Psicólogo Social articula com o Psicólogo Educacional (ou faz a vez deste), junto ao corpo Pedagógico no sentido de compreender a realidade social da escola e criar mecanismos que resolvam/atenuem os problemas que dificultam o aprendizado da criança, crie melhores condições para o corpo docente e conscientize os familiares da sua importância no processo de desenvolvimento da criança.

Pode também auxiliar diretamente no ensino em parceria com outros professores ou, tendo a devida formação, lecionando sobre aspectos culturais, comportamentais e sociológicos (vou abordar melhor o tema em outro artigo).

Espero ter ajudado nesta breve descrição sobre o que é Psicologia Social e a sua importância para a Educação e Sociedade. Qualquer dúvida entre em contato!

Referências

LANE, S. O que é Psicologia Social. São Paulo, SP. Editora Brasiliense. 1981. 22º Edição.

RODRIGUES, A. Psicologia Social. Petrópolis, RJ. Editora Vozes. 1981. 15º Edição.

SCHULTZ, D. SCHULTZ, S. História da Psicologia Moderna. São Paulo, SP. Editora Cultrix. 1981. 16º Edição.

Links

Associação Brasileira de Psicologia Social